Mindfulness na Educação

MINDFULNESS significa literalmente MENTE ATENTA, ou, ATENÇÃO PLENA. Atualmente essa prática, que envolve meditação, vem sendo muito estudada pela psicologia cognitivo-comportamental, neurociência, neuroeducação, física quântica e em diversos outros ramos da ciência. O motivo disso é que essa prática realmente pode mudar a maneira como pensamos, despertando nosso potencial de forma mais plena e permanente.

Como não há promessas de milagres, a prática de Mindfulness envolve exercícios de prática, primeiramente, para que o praticante aprenda a estabilizar sua mente, deixando de se distrair, e de atenção plena para o desenvolvimento da real capacidade mental. A maioria das práticas sendo realizadas em silencia. Por isso, a prática de Mindfulness também é conhecida como contemplativa.

Mindfulness está sendo aplicada na educação em diversos países, sobretudo nos EUA. Inúmeros institutos, associações e sociedades vem desenvolvendo estudos da prática meditativa no meio acadêmico, tendo em vista o real desenvolvimento do potencial de cada aluno e diferenciando a oferta de estudos em cada instituição. Universidades como Naropa, no Colorado, tem se tornado referencia mundial na educação vinculada ao Mindfulness.

A proposta da implantação de Mindfulness na educação brasileira tem três objetivos especiais:

  1. Diminuir o estresse entre os professores. O Brasil é um dos países com maior índice da Síndrome de Burnout entre acadêmicos. Mindfulness é reconhecida mundialmente como uma prática que pode ser utilizada como meio de reduzir o estresse. O Dr. John Kabbat-Zinn, professor emérito da Universidade de Massachusetts, desenvolveu a técnica conhecida como MBSR (Mindfulness-Based Stress Reduction) que tem aplicação direta no bem-estar físico e mental dos professores.
  2. Melhorar a qualidade do ensino. Devido a diversos motivos que dificulta a melhoria do ensino no Brasil, Mindfulness pode ser introduzida no meio acadêmico oferecendo bases para uma Pedagogia Contemplativa. Institutos americanos como o CMIND (The Center for Contemplative Mind in Society) tem se dedicado a desenvolver métodos pedagógicos que facilitam o aprendizado do professor-docente, bem como sua forma de ensinar, humanizando o sistema de ensino.
  3. Melhoria do aprendizado entre os alunos. Alunos que praticam meditação tornam-se mais calmos. Quanto mais sentem os benefícios das práticas meditativas, tanto mais permitem que mudanças ocorram em suas vidas pessoais. Seja na educação infantil ou mesmo no meio acadêmico, é essencial despertar o melhor das pessoas, suas capacidades inerentes que possibilitam uma vida interna melhor bem como uma interação em sociedade mais satisfatória e harmônica. A neuroeducação tem comprovado os efeitos satisfatórios no aprendizado ao passo que alunos praticam meditação antes do início das aulas.

Como ocorre sua formação?

Nós oferecemos duas possibilidades de formação:

1.Formação contínua

A Formação Contínua enfoca três aspectos primordiais do trabalho de Mindfulness na Educação:

  • Princípios do Educador Consciente (clique aqui para saber mais)
  • Reconhecimento e regulação das emoções (clique aqui para saber mais)
  • Comunicação Consciente (clique aqui para saber mais)

Todos os módulos enfocam inicialmente a mudança no professor. É preciso que o educador, o mediador entre o ensino e o aluno, perceba e reconheça suas próprias emoções para conseguir entender o aluno no mundo dele.

Serão apresentadas ferramentas de trabalho (didáticas) para a autoconsciência, controle da atenção e estímulos cognitivos. Um dos aspectos mais apreciados dessa formação é sobre a comunicação consciente, onde trabalhamos a arte das perguntas especialmente. Saber fazer as perguntas certas, leva o aluno a auto-reflexão em todos os níveis.

Você pode realizar os três cursos em conjunto ou optar por realizar cada um de forma independente. Os cursos ocorrem nos sistemas presencial e EAD.

Conheça mais a fundo esse trabalho em nossa revista


2. Pós-graduação Latu 

Essa formação é realizada em um período de doze meses, semanalmente, ou, em um encontro mensal (em imersão), além de participações em seminários e retiros. Para saber mais sobre o currículo dessa formação, acesso o site.

CURRÍCULO DA FORMAÇÃO

  • Introdução ao pensamento contemplativo
  • Introdução a filosofia oriental e ao pensamento budista
  • Fundamentos do MINDFULNESS
  • Fundamentos da Neuroeducação
  • Fundamentos da Pedagogia Contemplativa
  • Neuroeducação baseada em Mindfulness
  • Mindfulness para a saúde e práticas educacionais do professor
  •  Mindfulness para crianças
  • Mindfulness para adolescentes
  • Mindfulness na educação superior
  • Mindfulness e a genialidade
  • Mindfulness na saúde mental
  • Técnicas diferenciadas de aplicações práticas de Mindfulness na Educação
  • Revisão de literatura mundial
  • Retiros e seminários

Duração: 12 meses

Público alvo: todos os interessados

Datas

  • formação semanal: 30 de abril (13h30 as 16h)
  • formação mensal (imersão): 11 de maio (9h as 17h)
  • formação EAD: início imediato

Investimentos: matrícula de R$100,00 e 12 parcelas de R$380,00

Conheça mais a fundo esse trabalho em nossa revista